Loading...

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

20 fatos megacuriosos sobre o comportamento humano

Provavelmente você tem ideia de que a música pode melhorar o nosso humor, mas você sabe por que não conseguimos provocar cócegas em nós mesmos? O comportamento humano é bastante curioso e instiga a imaginação das pessoas para tentar entender o modo como nós agimos.
A ciência mostra através de pesquisas e estudos a razão pela qual muita coisa acontece — como o fato das mulheres falarem mais do que os homens —, mas não conseguem descobrir por que o bocejo é contagioso! Atrás de cada ser humano há muito mais mistérios do que a gente pensa.

1 – Homem que limpa a casa é mais feliz

Fonte da imagem: Reprodução/Quo
Essa foi a conclusão de uma pesquisa feita pelo Fundo Social Europeu. Homens que ajudam a limpar a casa se sentem mais felizes por um simples motivo: o medo de conflitos familiares e desejo de uma vida conjugal harmoniosa.

2 – Ser fanático por futebol pode te deixar desempregado

Fonte da imagem: Pixabay
Algumas pessoas podem ter sérios problemas no trabalho se mostrarem fanatismo por futebol no trabalho. A agência de empregos TheLadders.co.uk fez uma pesquisa com 900 gerentes de diferentes empresas e avisa: o melhor é deixar o amor ao futebol falar mais alto fora do ambiente profissional, ou você pode levar cartão vermelho.

3 – A música melhora o humor

Fonte da imagem: Pixabay
Fazer qualquer tipo de atividade se torna muito mais prazeroso quando fazemos ouvindo música. Isso foi comprovado por dois pesquisadores da Universidade de McGill (Canadá). Eles disseram que a música eleva a produção de imunoglobina A e de células brancas que atacam invasores como germes e bactérias.
Além disso, a música reduz o nível de cortisol (ou hormônio do estresse, como também é conhecido) e eleva o nível de oxitocina (produtor do bem estar) no corpo. Isso melhora o humor da pessoa e facilita interações sociais.

4 – Os feios são mais compreensivos

Fonte da imagem: Reprodução/Quo
Uma pesquisa concluiu que as mulheres preferem os homens feios (ou menos atraentes, digamos assim) quando o assunto não é apenas curtição. Segundo elas, eles costumam ser mais abrangentes e compreensivos na tomada de decisão e futuro pessoal. Esse estudo foi publicado no Journal of Family Psychology e assinado pelo professor James McNulty. Será?

5 – Personalidades diferentes para quem gosta de cães ou gatos

Fonte da imagem: Pixabay
Você sabia que ter preferência por cão ou gato pode indicar a sua personalidade? É o que diz uma pesquisa feita com 4.500 pessoas, no Texas. Elas responderam um questionário dividido em cinco áreas: simpatia, extroversão, facilidade de adaptação, consciência e neurose.
Aqueles que preferem os gatos são mais desconfiados e possuem grande facilidade de adaptação, além de serem vanguardistas. Já aqueles que gostam dos cães tendem a ser mais extrovertidas e simpáticas. Os pesquisadores acreditam que esses traços combinam com a personalidade dos animais marcados como de preferência.

6 – Todos preferem as loiras

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
Muitos homens preferem as loiras, isso não é novidade. Mas uma curiosa pesquisa realizada pela Universidade de Nottingham Trent (Inglaterra) concluiu que a mulher também se prefere loira. As entrevistadas disseram que isso as torna mais atraente, aumenta a autoestima e faz com que ganhem mais confiança em si mesma.
Vale lembrar que a pesquisa foi financiada pela empresa Clairol, especialista em coloração de cabelos.

7 – Pessoas engraçadas podem ser mais inseguras

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
Todo mundo conhece aquela pessoa que tenta, a todo custo, ser engraçada e fazer as pessoas à sua volta rirem. Muitos até abusam, expondo a intimidade dos outros e não sendo tão engraçados assim. Segundo alguns psicólogos, esses indivíduos podem fazer isso por serem pessoas inseguras e necessitarem da aprovação dos outros o tempo todo.
Eles acham que, se não for assim, não serão aceitos. Geralmente também acham que não possuem atributos físicos e chamam a atenção abusando do seu jeito engraçado. Só lembrando que ser inseguro não quer dizer ser tímido. Obviamente, eles não têm nada de timidez!

8 – Ruborizando

Quem já não se sentiu envergonhado, furioso ou estressado e, ao mesmo tempo, teve o rosto queimando e vermelho? O rubor é um reflexo do sistema nervoso. A vaso compressão faz o sangue circular mais rápido, aumentando a chegada de nutrientes e de oxigênio às células. Isso alerta o organismo que deixa a pele com um tom avermelhado.

9 – O cheiro de café pela manhã garante um dia mais feliz

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
Coisa boa é o cheirinho de um café fresco logo pela manhã, não acha? Os pesquisadores do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Industrial de Tsukuba (Japão) afirmam que sim. Foi feita uma pesquisa com ratos (?), mas eles dizem que isso se estende também aos seres humanos. A gente acredita.

10 – As mulheres realmente falam mais que os homens

Fonte da imagem: Pixabay
Muitos homens devem estar falando agora: "Disso eu já sabia?". É, mas até então, não tinha sido comprovado. Agora foi! Uma pesquisa realizada dos Estados Unidos comprovou que os homens usam, em média, 1.500 palavras por dia, enquanto as mulheres usam, no mínimo, 3.000.
Quando o estudo foi apresentado em um congresso, uma mulher se levantou e disse: "É lógico que as mulheres falam o dobro do que os homens: nós temos que repetir tudo o que dizemos para que eles entendam!".

11 – O corpo fala

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
O corpo não precisa de palavras para se expressar. O jeito como você mantém a sua postura pode dizer muita coisa. Por exemplo, se você anda sempre de ombros caídos, isso pode corresponder ao medo, submissão e responsabilidade. Aqueles que estão sempre com a coluna inclinada mostram-se pessoas arrogantes, com tendência ao desafio ou força.
As expressões faciais também mostram muito de nós ao falarmos. O olhar, o movimento das mãos durante a fala e atividades do dia a dia corresponde aos valores psicológicos da mensagem falada. A entonação dada às palavras também pode te entregar.

12 – Trabalhar à noite é prejudicial

Fonte da imagem: Reprodução/Você Sabia?
Segundo uma pesquisa divulgada pela Unidade do Sonho do Instituto Dexeus de Barcelona, pessoas que trabalham à noite tendem a se divorciar três vezes mais do que as outras, além de ter 40% mais possibilidades de terem problemas neuropsicológicos, digestivos e cardiovasculares. Também perdem cinco anos de vida para cada quinze dias de jornada de trabalho.

13 – Os sentimentos são contagiosos

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
Por que a gente se sente triste quando vemos alguém chorando? Por que nós rimos quando vemos alguém gargalhando? Estudos comprovam que os sentimentos são contagiosos devido a um tipo de neurônio que todos nós temos chamado espelho. Ele é capaz de rastrear o fluxo emocional e até os movimentos e intenções das pessoas ao nosso redor.

14 – Desenvolva a mente fazendo malabarismos

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
Aprender a fazer malabarismos (aquela arte de jogar com destreza objetos como bolinhas de tênis ou laranjas) pode ajudar o seu cérebro a se desenvolver. Um estudo alemão publicado na revista Nature mostra que o cérebro é capaz de alterar, sim, a sua estrutura com o aprendizado.
O estudo foi feito com 24 jovens voluntários. Eles se submeteram a uma sessão de ressonância magnética antes da pesquisa e, durante três meses, aprenderam a arte do malabarismo tentando manter três bolinhas no ar por até um minuto. Depois desse tempo, voltaram a fazer uma RM e o resultado foi: enquanto o cérebro dos não malabaristas não mostrava alteração, duas regiões no córtex dos malabaristas tinham aumentado uns 3% de tamanho!

15 – O homem suporta mais dor que a mulher

Essa questão é bastante discutida e as mulheres não aceitam, visto que são elas quem passa pela temível dor do parto. Mas um estudo feito pelo cientista Osama Tashani mostra que os homens podem tolerar mais dor do que as mulheres. O que acontece é que eles tendem a agir estoicamente, impedindo que as pessoas percebam que eles estão sofrendo.
O cientista monitorou a resistência, sensibilidade e a vontade de relatar a dor que estavam sentindo e descobriu que os homens suportam melhor a dor e falam menos o que estão sentindo. Essa pesquisa pode gerar muita polêmica. Você concorda com ela?

16 – Por que não conseguimos provocar cócegas em nós mesmos?

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
Isso acontece porque uma região do nosso cérebro, o cerebelo, é responsável por prever as consequências sensoriais dos nossos próprios movimentos, ou seja, ele é capaz de prever as consequências das nossas próprias ações. Ele sabe que você vai sentir cócegas, então deixa de senti-las imediatamente.

17 – Falar sozinho é normal

Fonte da imagem: Pixabay
Você costuma falar sozinho e está quase convencido de que é maluco? Pois saiba que isso é natural e, acredite, ajuda a orientar o seu comportamento. Por exemplo, falar em voz alta, para si mesmo, o passo a passo de um aprendizado (como fazer uma receita de bolo, por exemplo) ajuda a lembrar de como fazer tudo aquilo posteriormente.
Curiosamente, falar sozinho também lhe ajuda quando você perde algum objeto. Já percebeu? "Cadê minha chave? Eu estava com ela quando cheguei em casa, abri a porta e coloquei na bolsa. Será que eu peguei novamente?" Uma pesquisa foi feita e descobriram que, quem falou alto para si mesmo conseguiu achar o que procurava, enquanto quem fez em silêncio demoraram muito mais tempo.

18 – Pessoas se sentem mais infelizes às quartas-feiras

Fonte da imagem: Pixabay
Os cientistas Peter Dodd e Christopher Danforth da Universidade de Vermont (Estados Unidos) realizaram uma pesquisa pela internet e constataram que a maior parte dos internautas consideram a quarta-feira o pior dia da semana. Eles coletaram dados e analisaram o que os visitantes sentiam de acordo com as avaliações de seus tweets e posts em blogs. Eu concordo. E você?

19 – O bocejo

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
Falar sobre o bocejo é complicado porque é um dos maiores mistérios do comportamento humano. Uns dizem que o bocejo serve para aumentar a entrada de oxigênio no organismo ou para fazer com que a gente se livre do excesso de dióxido de carbono em nosso sistema. Ele está sempre ligado ao sono ou situações entediantes ou de relaxamento.
Agora, por que o bocejo é contagioso, ninguém sabe explicar o porque. Os cientes pesquisam muito sobre isso e nunca chegam a uma conclusão concreta. Piaget observou que os bebês bocejam, mas só se contagiam depois dos dois anos de idade. O que ocasiona isso? Reflexo? Empatia? Ninguém sabe realmente!

20 – A cor azul deixa as pessoas mais felizes

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia
Foi feito um estudo realizado por um grupo de pesquisadores científicos no Reino Unido. Eles expuseram pessoas a uma grande variedade de cores e luzes. Descobriu-se que o azul foi a cor que mais trouxe benefícios tanto para os homens quanto para as mulheres. Ele aumentou o nível de confiança e fizeram todos se sentirem mais felizes. Então viva o azul!
***
Pois é, o comportamento humano é bastante impressionante. Essas curiosidades são apenas uma pequena amostra do que acontece com as pessoas e que, muitas vezes, não temos conhecimento. Algumas podem parecer meio sem fundamento, mas muitas delas condizem com a realidade, não é mesmo? 
FONTE(S) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário