Loading...

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

7 produtos venenosos que comemos (quase) todo dia


 por Lucas Franco
6
Você pode não saber, mas se alimenta de mais produtos venenosos do que imagina – quase todo dia. E não estou nem me referindo apenas aos cogumelos – não é segredo para ninguém que há uma grande variedade deles que podem ser extremamente mortais. Há muitos outros alimentos por aí cheios de substância perigosas que, se preparados do jeito errado ou ingeridos em grandes quantidades, podem ser fatais para o corpo humano.
Isto incluí o feijão de todo dia, e até mesmo a mandioca; alimentos aparentemente inofensivos que escondem terríveis substâncias em seu interior. A Fatos reuniu alguns destes alimentos, e você confere a lista logo abaixo.

7 – Feijão

feijao-carioca1
Quando se trata de uma alimentação saudável e equilibrada, o feijão sempre entra em cena. Ele tem um excelente reputação, mas poucas pessoas sabem que também carrega um veneno. Você provavelmente nunca o sentiu, no entanto. O feijão, ao ser cozido em água fervente por mais de 10 minutos, expulsa a parte venenosa que é criada pela fito-hemaglutinina. Especialistas afirmam que o calor remove o veneno ativo para que ele não seja capaz de atacar as células de nosso corpo.

6 – Noz moscada

1
Acredite se quiser, duas mortes já foram registradas por consumo de noz-moscada. Para que a substância alucinógena que ela contém possa te matar, no entanto, é necessário que você coma uma noz inteirinha, no mínimo. O excesso pode levar a uma série de reações físicas como dores de cabeça, náuseas, tonturas e alucinações. Em menores quantidades, ela é relativamente inofensiva.

5 – Castanha-do-pará

2
castanha-do-pará também deve ser consumida em pequenas quantidades. Ela contém selênio que, em grandes quantidades, pode ser venenoso para o corpo. Recomenda-se comer até 3 castanhas-do-pará por dia para evitar a intoxicação.

4 – Batatas

3
As batatas que apresentam manchas verdes são do tipo que foram colhidas antes do tempo e, portanto, contém solanina, que não se apaga nem mesmo com o cozimento. Especialistas afirmam que não é sempre útil retirar a parte verde: o melhor é não utilizar tal batata, pois ela pode causar náuseas, vômitos, diarreia, delírio, febre, alucinações, dor de cabeça, hipotermia, dor abdominal, alterações na visão, choque e, em casos extremos, morte.

3 – Frutas Secas

4
Os frutos secos que são vendidos em mercados geralmente passam por um processo de secagem industrial que inclui o uso de enxofre de sorbato de potássio. Recomenda-se não comer grandes quantidades de frutas secas para não danificar o sistema digestivo. Especialistas dizem que a exposição a grandes quantidades de enxofre pode causar estômago sensível e mais problemas digestivos.

2 – Tomate

tomate
Os caules e folhas do tomate contêm glicoalcalóides, uma substância que pode causar extremo nervosismo e transtornos gastrointestinais. Geralmente, estas partes não são usadas na salada, mas realçam o sabor na hora de cozinhar, e são muito utilizadas em restaurantes. Deve-se, sempre, removê-las antes do consumo – assim não ha chance do veneno escapar em quantidade suficiente para causar qualquer dano.

1 – Mandioca

5
A terceira fonte mais importante de caloria nos países tropicais também contém substâncias tóxicas. Quando mal processadas, as raízes e folhas da mandioca liberamcianeto de hidrogênio. O almento precisa ser preparado com cuidado para que isto não aconteça, e existem diversas maneiras de retirar o veneno: desde cozinhar a fermentar a mandioca. Se nada for feito, ela pode causar intoxicação aguda, levando a vertigem, vômitos e, em casos extremos, morte dentro de uma ou duas horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário