Loading...

sábado, 4 de abril de 2015

GUIA POLITICAMENTE CORRETO PARA CONSEGUIR SER ATENDIDO NO SUS


Uma consciência que todo usuário do SUS tem é que o serviço é pago por ele através de impostos. Não só por um maior acesso a informação mas também por toda uma demagogia criada pela classe política que faz questão de bradar a todos os cantos que o usuário tem sempre razão. A verdade é que encontramos dois lados nesta moeda, o usuário  e o servidor, e as duas partes estão fragilizadas atualmente. 
O usuário SUS  enquanto paciente busca o melhor atendimento possível e mais, atenção, respeito, informação e uma resolução para o problema. Os funcionários, enquanto servidores, tem que lidar com cada um com uma dose de individualidade porém nunca esquecendo do coletivo. Para que um funcionário prestasse serviço individualizado teríamos que aumentar muito o numero de funcionários, e remunerá-los bem, nem um caso  nem o outro parecem ser prioridade para a atual administração.
Vamos entender então aqui a situação:
De um lado temos uma população fragilizada, doente, necessitando de atendimento e atenção. Do outro temos poucos funcionários, ganhando mal, trabalhando muito, com plantões cortados,psicologicamente abalados  e procurando fazer o seu serviço da melhor forma possível. Será que é possível ter um equilíbrio nessa situação?
Vamos tentar de um jeito não político resolver esse impasse para depois apontar o jeito político. Para isso vamos criar um guia para você poder conseguir retirar o melhor do atendimento do SUS em Campo Grande.

GUIA DO USUÁRIO SUS ESCLARECIDO :


REGRA I : EXIJA ATENDIMENTO NA UNIDADE DE SAÚDE MAIS PRÓXIMA À SUA CASA
O SUS é todo baseado em uma atenção primária que acontece nas UBS e UBSF , que são os postinhos de bairro. É lá que você tem que ter preferencia de atendimento. Marcar suas consultas, acompanhamento pré-natal, vacinas, buscar seus medicamentos, passar pelo dentista, marcar exames  e acompanhar doenças crônicas como diabetes e Hipertensão arterial. Muitos reclamam que não conseguem agendar médicos nos postos próximos à sua casa. Nesse caso não é função do usuário sair perambulando de posto em posto até conseguir um médico. Ele deve reclamar na ouvidoria SUS e se o problema persistir ligar para a ouvidoria nacional. Muitos postos realmente não tem médicos para suprir a demanda mas isso se deve à atual politica municipal de incentivar os médicos a serem plantonistas. Eles ganham muito mais em um plantão do que para ir atender a população e promover a saúde. O modelo deve ser repensado  para que todo médico da rede também esteja em uma unidade de saúde e que os plantões sejam eventuais para que o usuário possa conseguir consulta próximo à sua casa.

REGRA II : SAIBA O QUE O POSTO PRÓXIMO À SUA CASA OFERECE

Procure informações sobre os serviços de vacina, inalação, marcação de exames, consultas médicas, consultas odontológicas,horário de funcionamento, dias de marcação, coleta de exames, enfermeiras responsáveis por sua área , nome do gerente da unidade e dos médicos. Tenha contato direto com seu agente de saúde pois ele é seu elo mais consistente com todo o sistema de saúde de sua região. Procure também se informar sobre como funciona o conselho local de saúde.

REGRA III : O CLÍNICO GERAL É SEU MELHOR AMIGO
Em uma  Unidade Básica o Clínico Geral é quem vai fazer o acompanhamento da maioria dos casos. Nas raras unidades com ginecologista este acompanha sua especialidade e nas mais raras ainda com pediatra o mesmo faz o acompanhamento das crianças.Geralmente quem você vai encontrar mesmo é o Clínico e é com ele que você tem que se entender. Então vamos a alguns passos para uma consulta bem feita :

- Haja com educação mesmo que ele não seja educado, isso desarma o profissional.
- Planeje um roteiro do que você precisa falar. Todos os sintomas e quando ocorreram e diga todos ao clínico.
- Se achar necessário sugira exames, o profissional analisará a necessidade
- Sempre pergunte qual o medicamento ele esta prescrevendo. Muitas vezes o paciente passa por mais de um médico e acaba levando o mesmo medicamento pois não pergunta ao medico o que foi prescrito. Se o médico prescrever algo que você já tomou e não resolveu peça para que ele troque por outro para que tenha outro efeito.
- Pergunte se o medicamento é comprado. Se você não puder comprar peça que o médico substitua por um do posto, se ele não puder substituir peça um medicamento de custo mais baixo.
- Medicamento em falta na Rede não é culpa do farmacêutico, o ideal é ligar para a ouvidoria SUS e reclamar da falta do medicamento, as reclamações demonstram ao administrador que você (povo) não esta satisfeito com as faltas e exige uma solução imediata.

REGRA IV : O ENFERMEIRO É SEU BRAÇO DIREITO

Se em uma unidade de saúde o médico vai lhe consultar e medicar, o enfermeiro vai cuidar para que tudo funcione e que você possa ter o melhor atendimento possível. O enfermeiro é responsável por uma equipe de técnicos que cuidam de tudo , desde vacina até curativos. Ele também faz visita a acamados, notifica violência, cuida de doenças contagiosas como tuberculose, comanda o time dos agentes de saúde, colhe preventivos, e  ainda faz consultas quando necessário. Essas são apenas das muitas atribuições de um enfermeiro em uma UBS ou UBSF, de forma que ele vai saber tudo que  você tiver dúvida. Devido a tamanha capacidade é que os mesmos deveriam ganhar justamente, o que não acontece. Então outro detalhe importante, seja respeitoso com os profissionais da enfermagem, eles ganham pouco e  muitos trabalham por amor. Pense que a pessoa que está a sua frente, apesar de todo estudo e trabalho árduo, pode ganhar menos que você .

REGRA V: PROCURE ENTENDER A SITUAÇÃO ANTES QUE HAJA CONFUSÃO
Muitas vezes o problema que acontece no local aonde você esta sendo atendido é facilmente resolvido se você parar para ouvir e souber se explicar. De nada adianta criar situações vexatórias onde você sairá  mal. Ouça, fale e se o problema não for resolvido procure o gerente, diretor da unidade ou responsável técnico do local e exponha o ocorrido.

REGRA VI: UTILIZE-SE DOS SERVIÇOS DA RECEPÇÃO
A recepção saberá de todos os processos que ocorrem na Unidade de forma que ali você deve prestar atenção em tudo.  Nas explicações sobre exames marcados, consultas, especialidades e também nas impossibilidades que o funcionário tem.Existe um sistema e regras então o funcionário sempre seguirá as regras e o sistema, o ideal é sempre pedir informações do melhor meio de conseguir o que você precisa. Seja educado e exija atenção.


PARTE II -  NOS UPAS e CRSs

UPA e CRS  são unidades de atendimento de emergência porém, devido a essa política de centralização de médicos , essas unidades acabam recebendo uma grande quantidade de pessoas que necessitam de atenção básica. Dessa forma temos os atendimentos demorados devido à classificação QUALISUS e algumas confusões ao longo do dia.  O ideal seria que o Usuário pudesse ir  a unidades básicas próximas a sua casa nos fins de semana receber atendimento médico. Com os postos de bairro atendendo todos os dias  a sua população  os UPAS E CRSs ficariam só para emergência, mas isso são devaneios. Então vamos a algumas regras para consultas nos CRSs e UPAS:

REGRA I - UNIDADES DE EMERGÊNCIA SÃO PARA EMERGÊNCIA

É difícil classificar o que é emergência quando se esta com algum tipo de dor  por isso existe a triagem de enfermagem. Lá você deverá responder todas as perguntas para que seja classificado, dependendo da classificação, seu atendimento será mais rápido ou não.(entenda que não é a enfermeira que te classifica pois existe um sistema de classificação que é rigorosamente aplicado) A quantidade de médicos atendendo também conta de forma que é um somatório. O conselho aqui é : Se você não esta em situação de emergência não vá a um 24 horas. Agora, se você não tem como determinar se a situação é o não de emergência saiba que você poderá esperar. muito.

REGRA II - FAÇA SEU ACOMPANHAMENTO DOS PROGRAMAS NAS UBSs e UBSFs

Os programas de prevenção e tratamento à hipertensão e ao diabetes ocorrem nos postos de bairro, o doente crônico deve evitar fazer consultas com médicos da emergência pois eles não sabem o histórico do paciente e isto é perigoso. O ideal é estar sempre em dia com a receita e com a consulta, e só procurar a emergência em um caso de descompensação.

REGRA III - MANTENHA A CALMA EM SITUAÇÕES EXTREMAS

Muitas vezes a pessoa tem que ir ao 24 HORAS  por um desfortúnio ocorrido com algum ente querido, doença ou acidentes. Nesses casos manter a calma é mais que necessário. Procure o assistente social para obter informações . Aguarde até que o médico venha explicar a situação.Se notar que poderá vir a se exaltar , peça para alguém ajuda-la.

REGRA IV - RESPEITE OS PROFISSIONAIS NO SERVIÇO
A melhor forma de conseguir o que você quer é com dialogo e educação então o respeito aos profissionais no andamento do serviço é mais que necessário. Trate o funcionário como você gostaria de ser tratado e exija que ele lhe trate do mesmo modo. Considere que o mesmo pode estar trabalhando a várias horas, desempenhando várias funções e cansado, dessa forma é interessante ajuda-lo a sentir-se melhor utilizando-se de sua boa educação.

 REGRA V -  NA CONSULTA DE EMERGÊNCIA SIGA OS MESMOS PASSOS DA CONSULTA COM UM CLÍNICO EM UBS


- Haja com educação mesmo que ele não seja educado, isso desarma o profissional.
- Planeje um roteiro do que você precisa falar. Todos os sintomas e quando ocorreram e diga todos ao clínico.
- Se achar necessário sugira exames, o profissional analisará a necessidade
- Sempre pergunte qual o medicamento ele esta prescrevendo. Muitas vezes o paciente passa por mais de um médico e acaba levando o mesmo medicamento pois não pergunta ao medico o que foi prescrito. Se o médico prescrever algo que você já tomou e não resolveu peça para que ele troque por outro para que tenha outro efeito.
- Pergunte se o medicamento é comprado. Se você não puder comprar peça que o médico substitua por um do posto, se ele não puder substituir peça um medicamento de custo mais baixo.
- Medicamento em falta na Rede não é culpa do farmacêutico, o ideal é ligar para a ouvidoria SUS e reclamar da falta do medicamento, as reclamações demonstram ao administrador que você (povo) não esta satisfeito com as faltas e exige uma solução imediata.

REGRA VI - FARMACÊUTICO NÃO FABRICA MEDICAMENTO E ASSISTENTE SOCIAL NÃO É DEUS


Apesar de ter minhas dúvidas quanto a divindade de alguns assistentes sociais o diploma dos mesmos não os confere status de "todo poderoso". Em  um plantão ele estará sendo o elo entre o usuário e o sistema porém não poderá fazer mais que isso. Situações como pedir dinheiro pro ônibus,pro almoço e até pro táxi são comuns e os colegas tem toda paciência .
Já os farmacêuticos trabalham com os medicamentos que tem disponível na farmácia do local e orientam quando o medicamento é comprado ou esta em falta, fora isso também são responsáveis pelas demais orientações a cerca do uso do medicamento. Seguem as regras de portarias do MINISTÉRIO DA SAÚDE e de órgãos reguladores, de forma que se um farmacêutico lhe disser que não pode lhe entregar o medicamento pois esta com o nome  comercial, estará cumprindo uma regra que todos cumprem para que as coisas funcionem. As faltas devem ser cobradas dos gestores municipais e não do farmacêutico na janela  pois eles não compram  e nem fabricam os medicamentos.

EXIJA OS MEDICAMENTOS EM FALTA ATRAVÉS DA OUVIDORIA SUS

SERVIÇO - ATENDIMENTO AOS USUÁRIOS DO SUS
- Correios: SAF Sul, Quadra 2, Lote 5/6, Edifício Premium, Torre I, 3º andar, sala 305 - Brasília-DF CEP: 70.070-600.
Internet: Portal da Saúde - www.saude.gov.br
- Telefone: 136 (Disque Saúde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário