Loading...

sexta-feira, 13 de março de 2015

CURSO DE CONHECIMENTOS GERAIS: AULA 1

Pessoas espiritualizadas têm maior risco de problemas de saúde mental

Por Cesar Grossmann em 3.01.2013 as 16:00

Pesquisadores da University College London, Reino Unido, descobriram que pessoas que alegam ter uma crença espiritual, mas não aderem a uma religião em particular têm mais chances de depender de drogas, sofrer alguma fobia, e de ter um transtorno de ansiedade generalizado. Além disso, elas têm mais chances de tomar alguma medicação para problemas de saúde mental.
Segundo o professor Michael King, “a principal descoberta é que pessoas que têm uma compreensão espiritual da vida têm uma saúde mental pior do que aqueles que têm uma compreensão da vida que não é nem religiosa, nem espiritual”.
No estudo, 7.403 pessoas selecionadas ao acaso entre homens e mulheres na Inglaterra responderam um questionário sobre suas crenças espirituais e estado mental.
Entre os participantes, 35% se descreveu como “religioso”, significando que frequentavam uma igreja, mesquita, sinagoga ou templo. Cinco de cada seis eram cristãos.
46% descreveram-se como não religiosos nem espirituais, e os 19% restantes afirmaram ter uma crença espiritual, mas não aderir a qualquer religião em particular.
Os membros do último grupo tinham 77% mais chances do que os outros de ser dependente de drogas, 72% mais chances de sofrer de alguma fobia, e 50% mais chances de ter um transtorno de ansiedade generalizado.
Além disso, eles tinham 40% mais chances de estar recebendo tratamento com alguma droga psicotrópica, e um risco 37% maior de ter um transtorno neurótico.
·         Religião atrofia o cérebro?
Na sua conclusão, os pesquisadores apontaram que a natureza desta associação – entre pessoas que professam crenças espirituais sem uma estrutura religiosa e uma maior vulnerabilidade a um distúrbio mental – precisa ser melhor investigada.

PALAVRAS DIFÍCEIS , MAS DE FÁCIL SIGNIFICADO
Achei no dicionário algumas palavras que não são comuns , mas úteis. Se você quer ''falar bonito'‘, olhe bem! EXEMPLOS:

PACHORRENTO - Calmo , sereno , acomodado.

PACÓVIO - Imbecil , ignorante.

JUSTAPOR - Colocar perto.

JAEZ - Tipo , categoria.

PERDULÁRIO - Que gasta mais.

PERENE - Que dura muito , imortal.

PÉRFIDO - Cruel , traidor , desgraçado.

PERMUTA - Troca , câmbio.

PÂNDEGO - Feliz , alegre.

PETIZ - Criança , adolescente.

JANOTA - Bem vestida.

IRRUPÇÃO - Entrada violenta , pancada forte.

FENECIMENTO - Fim , término.

TÊNUE - Fraco , frágil.

PERNÓSTICO - Pretensioso , esnobe.

PRESCRUTAR - Vasculhar , procurar , revirar.

PEDANTE - Nojento , exibido , audacioso.

PEDERASTA - Gay.

TERGIVERSAR - Se desculpar.

ENGODAR - Mentir , enganar.

INSOLENTE - Desaforado , desagradável.

ARDILOSO - Manhoso , esperto.

PARCO - Moderado , econômico , diminuto.

IGNÓBIL - Sem caráter , vergonhoso.

ÍGNEO - Próprio do fogo.

FUGAZ - Passageiro , que passa rápido.

RUAR - Sair sem destino , andar à toa.

ARROUBO - Entusiasmo , fervor , encanto.

VENETA - Ataque , acesso de loucura.

DÂNDI - Que procura se vestir com elegância.

CURRA - Abuso sexual , esturo com a participação de várias pessoas.

BALBÚRDIA - Baderna , bagunça , confusão.

PLISSADO - Com rugas.

ÂMAGO - Parte muito interior , cerne.

NÓDOA - Sujeira , mancha. Pode ser também a alcunha de uma pessoa de má fama.

ALCUNHA - Apelido.

ALARIDO - Confusão , algazarra , farra.

IMPLÍCITO - Escondido , não expresso , omisso.

SUSCITAR - Fazer surgir , encorajar , provocar.

SUMIDADE - Personalidade importante , sábio.

DILAPIDAR - Desperdiçar , estragar , destruir.

Palavras "desconhecidas" da Língua Portuguesa e seus significados


Hoje, para enriquecer nosso vocabulário - porque nós amamos isso, só pra humilhar os outros - trouxe uma "pequena lista" de palavras pouco usadas do nosso português, com os seus devidos significados. Agora, preparem-se para humilhar seu tão amado professor de português.


01. Alarido – confusão , algazarra , farra.
02. Dândi – que procura se vestir com elegância.
03. Engodar – mentir , enganar.
04. Belicoso – que incita à guerra.
05. Ardiloso – manhoso , esperto.
06. Fleumático – imperturbável.
07. Frugal – simples.
08. Homizio – refúgio, guarida, abrigo, esconderijo
09. Ígneo – próprio do fogo.
10. Incólume – intacto.
11. Inócuo – inofensivo.
12. Jaez – tipo , categoria.
13. Janota – bem vestida.
14. Justapor – colocar perto.
15. Loquaz – falador.
16. Pacóvio – imbecil , ignorante.
17. Perene – que dura muito , imortal.
18. Permuta – troca , câmbio.
19. Pernóstico – pretensioso , esnobe.
20. Petiz – criança , adolescente.
21. Plissado – com rugas.
22. Perscrutar – vasculhar , procurar , revirar.
23. Ruar – sair sem destino , andar à toa.
24. Recôndito – escondido, encoberto, secreto, oculto
25. Rubicundo – avermelhado.
26. Sumidade – personalidade importante , sábio.
27. Suscitar – fazer surgir , encorajar , provocar.
28. Tergiversar – desculpar-se.
29. Taciturno – calado.
30. Tênue – fraco , frágil.
31. Veneta – ataque , acesso de loucura.
Mocetona: Moça forte e formosa
Lacrau: Escorpião
Matizar: Dar cores diversas, colorir
Nubente: Pessoa que vai casar
Meação: Divisão em duas partes iguais
Calipígio: Que tem belas nádegas (bundas)
Ácrono: Diz-se de planta que não tem época certa para florescer ou frutificar
Bitolado: Que tem visão ou compreensão muito limitada
Casuísmo: Aceitação passiva de ideias ou de doutrinas, modo de agir ou pensar, em que se dá mais importância aos detalhes da regra escrita do que ao princípio ou intensão geral.
Desabonar: Desacreditar, despreciar
Urbe: Cidade
Tiete: Fã (gíria)


UM POUCO DE POESIA E CULTURA GÓTICA
VERSOS ÍNTIMOS

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão – esta pantera –
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!


PSICOLOGIA DE UM VENCIDO

Eu, filho do carbono e do amoníaco,
Monstro de escuridão e rutilância,
Sofro, desde a epigênese da infância,
A influência má dos signos do zodíaco.
 Profundissimamente hipocondríaco,
Este ambiente me causa repugnância... Sobe-me à boca uma ânsia análoga à ânsia
Que se escapa da boca de um cardíaco.
 Já o verme — este operário das ruínas —
Que o sangue podre das carnificinas
Come, e à vida em geral declara guerra,

Anda a espreitar meus olhos para roê-los,
E há de deixar-me apenas os cabelos,
Na frialdade inorgânica da terra!
SOLITÁRIO

Como um fantasma que se refugia
Na solidão da natureza morta,
Por trás dos ermos túmulos, um dia,
Eu fui refugiar-me à tua porta!

Fazia frio e o frio que fazia
Não era esse que a carne nos conforta...
Cortava assim como em carniçaria
O aço das facas incisivas corta!

Mas tu não vieste ver minha Desgraça!
E eu saí, como quem tudo repele,
— Velho caixão a carregar destroços —

IDEALISMO

Falas de amor, e eu ouço tudo e calo!
O amor da Humanidade é uma mentira.
É. E é por isto que na minha lira
De amores fúteis poucas vezes falo.

O amor! Quando virei por fim a amá-lo?!
Quando, se o amor que a Humanidade inspira
É o amor do sibarita e da hetaíra,
De Messalina e de Sardanapalo?!

Pois é mister que, para o amor sagrado,
O mundo fique imaterializado
— Alavanca desviada do seu fulero — 
E haja só amizade verdadeira
Duma caveira para outra caveira,
Do meu sepulcro para o teu sepulcro?!

COMPORTAMENTO
Como persuadir pessoas com técnicas subconscientes
Por: Manoel Rodgrigues
A persuasão é uma forma de arte muitas vezes praticada por vendedores e artistas picaretas. Se você quiser descobrir como eles fazem isso ou se quiser aprender as técnicas, eis uma boa notícia. Você pode aprender a convencer as pessoas com técnicas subconsciente que lhe permitem exercer sua influência sem aplicar força. Siga estes passos para praticar várias dessas técnicas.
  1. Preste atenção ao seu público-alvo. Cada pessoa tem ambições e se importam com coisas diferentes. Para ser persuasivo você precisa compreender seu alvo. Veja e ouça para que você possa pegar pistas.
  2. Use um tom positivo. Pessoas são atraídas para coisas que as fazem sentir seguras e felizes. Elas querem se sentir especiais, por isso se você está tentando convencê-las a comprar alguma coisa, faça-as ver os itens como algo que vai fazê-las se sentir positivas. Ao estabelecer este tom, você foge do óbvio, que é dizer-lhes que um telefone celular ou sofá novo farão com que eles se sintam mais seguros. Em vez disso o que você deve fazer é contar uma história ou mostrar uma imagem que faz brotar esses sentimentos em seu alvo, sem ser verbalizado.
  3. Ofereça algo. Stephen Covey chama essa forma de persuasão de situação ganhar-ganhar. Ele sugere que a persuasão é eficaz quando ambas as partes alcançam um objetivo. Para fazer isso você pode oferecer alguma coisa ou dar um presente. Seu alvo pode subconscientemente sentir a necessidade de retribuir para que não sinta culpa.
  4. Crie semelhanças. No nível subconsciente, queremos fazer negócios e passar tempo com pessoas que são como nós. Para criar uma conexão com seu alvo, comece a se espelhar ou imitá-lo sem ser óbvio. Copie sua linguagem corporal e / ou padrões de discurso sutis. Desacelere sua voz para corresponder com a pessoa que você está falando ou baixe o volume e tom. Considere encontrar algo que você compartilha em comum, tais como animais de estimação, família, amigos, times esportivos, uma cidade que você está familiarizado ou a escola que freqüentou. Ao ouvir, você pode encontrar áreas em comum.
  5. Fale com confiança. As pessoas simplesmente acreditam em pessoas confiantes. Se você tiver uma boa certeza do que está dizendo, os ouvintes vão acreditar em você subconsciente mesmo quando estes não tenham ainda construído uma relação de confiança em você. Quando o ouvinte acredita, ele é mais susceptível de ser persuadido por suas palavras.
Estas técnicas podem parecer óbvias, mas são provadas pelo tempo como arte da persuasão. Siga estes passos e você pode usar estes comportamentos sutis para convencer o subconsciente de quase qualquer ouvinte.



Elogiar, surpreender, agradecer, dialogar e autodialogar...
O poder do elogio pode ser mais forte do que o das armas, mais poderoso que o dinheiro, mais penetrante que a lâmina de um bisturi. Os elogios desfizeram inimigos, debelaram ódios, evitaram suicídios, reataram relações.
Os elogios deveriam entrar no cardápio diário de suas existências.
Quem você elogiou hoje? E como elogiou?
Elogiar é encorajar a caminhada, é propiciar força nas intempéries, coragem nos tropeços e crédito na superação.

Quer fazer a diferença na vida de quem ama? Saia do lugar comum. Reaja de maneira imprevisível, diga algo encantador num dia comum.
A arte de surpreender é mais poderosa do que a arte de elogiar.
Elogiar é ter atitudes previsíveis, surpreender é ter atitudes imprevisíveis.
Surpreender é exaltar o invisível.
A durabilidade do amor depende da arte de elogiar e surpreender.
Gestos surpreendentes tornam-se inesquecíveis, ficam à flor da memória.

A arte de agradecer e a arte de elogiar são as duas leis das relações saudáveis mais acessíveis a cada ser humano.
A arte de agradecer previne psicopatias, realça a sensibilidade, estimula a arte de se colocar no lugar dos outros e alicerça a generosidade.
Mas quem agradece ao seu corpo? Quem exalta o funcionamento das células? Quem agradece ao ar que respira, ao coração que pulsa, ao fígado que desintoxica, aos rins que filtram?
Quem não desenvolve a arte de agradecer não se deslumbra com a existência.
A arte de agradecer transforma quadros apagados em obras vivas, relações frias em quentes, convivência seca em terrenos úmidos.

A arte do diálogo é outra lei fundamental das relações saudáveis.
Dialogar não é conversar, falar coisas triviais, emitir sons. Dialogar é cruzar mundos, penetrar na intimidade, segredar experiências.
Você cruza o mundo com quem ama?
Dialogar implica, em primeiro lugar, ouvir.
Quem não aprender a ouvir jamais saberá dialogar. E ouvir não é escutar.
Ouvir é se abrir, colocar-se no lugar do outro, perceber o intangível, o essencial. É acima de tudo conhecer o que o outro tem para dizer e não o queremos escutar. Muitos conversam, mas jamais dialogam.
Habilidade para perguntar: “O que eu posso fazer para te tornar mais feliz? Onde errei e não soube? Quais são suas angústias? Quais preocupações furtam-lhe a paz?”
Diálogos simples e abertos irrigam a esperança, aliviam a dor, promovem o amor.

A arte de autodialogar desvenda o nosso mundo, é o autoconhecimento.
O autodiálogo é a rainha das leis das relações saudáveis, mas a menos conhecida.
A arte de autodialogar é uma função para se conhecer a si mesmo.
“Se o mundo lhe abandona, a solidão é tolerável, mas se você mesmo se abandona, a solidão é insuportável”.
Deveríamos treinar a fazer uma mesa-redonda com nossos conflitos através da arte da dúvida e da autocrítica. É tão importante como escovar os dentes e tomar banho.
Brigar, impor idéias, nem de longe significa ter um EU forte. Falar o que vem a mente, dizer sempre a verdade, nem sempre é a expressão de um EU maduro, mas que não tem autocontrole.
Um EU maduro aprende o alfabeto do autodiálogo, que conversa consigo, aquieta sua ansiedade, protege-se contra o estresse diário, repensa sua história, transforma perdas em ganhos, crises em oportunidades.
Não basta ter uma moradia digna para ter conforto, é preciso encontrar o mais importante dos endereços, um endereço dentro de si mesma.

(Das minhas leituras de Augusto Cury)

PORQUE É QUE NÃO CONSIGO SER FELIZ?

Porque é que não consigo ser feliz? todos nós, de tempos em tempos fazemos esta pergunta. Se existe alguma coisa que nos une enquanto seres humanos, é o desejo de sermos felizes. Por certo, também todos nós gostamos de comer, dormir, e todas as outras necessidades básicas que nos unem. Existem mil e uma coisas que podem contribuir para a nossa felicidade, mas por alguma razão, subitamente todas elas perdem a sua importância, a vida tonar-se complicada de gerir, ficamos vulneráveis, angustiados e tristes. Este é o principio da nossa desesperança, da nossa infelicidade. Pelos meus anos de experiência, quer como ser humano comum, quer como psicólogo, posso constatar que ser feliz é algo muito fácil de realizar, desde que consiga acertar com as suas setas no alvo certo e que tenha as suas prioridades bem definidas.
Este artigo pretende relembrá-lo do quão acessível e possível é sermos felizes. Você podeaprender a ser feliz. Se já se sente uma pessoa feliz, certamente encontrará formas de tornar o seu humor consistente e promover o seu bem-estar. Se está a atravessar um momento menos bom e gostaria de voltar a sentir-se feliz, apresentarei algumas razões plausíveis de praticar. Para que possamos contextualizar o que aqui apresento, importa esclarecer o que entendo por felicidade:
Definição: Felicidade é o estado de ser em que experienciamos alegria.

Esta definição parece ser um pouco ampla, mas tem de ser. O estado de felicidade pode ocorrer em muitas situações e perante muitas circunstâncias. Pode ocorrer porque ganhou a lotaria ou porque está a assistir à sua série de televisão favorita. Independentemente de tudo, o único fator unificador é o sentimento de alegria. O problema e/ou caminho para a infelicidade começa quando deixamos que algumas coisas se coloquem no caminho da alegria e consequentemente tornamo-nos infelizes. Importa no entanto perceber que quando as pessoas dizem que são felizes nas suas vidas, usualmente não querem dizer que são literalmente alegres ou que experienciam prazer o tempo todo. O que elas querem dizer, é que após refletirem sobre o balanço de prazeres e  infortúnios, sentem que a longo prazo o saldo é bastante positivo.

DEIXE DE AUTO-SABOTAR A SUA ALEGRIA

Acredito que a principal razão para que as pessoas sejam infelizes é porque simplesmente não se deixam ser felizes. Obviamente, que esta afirmação parecerá um pouco simplista e aproxima-se daquilo a que chamamos cliché, mas não deixa de ser bastante pertinente. Um cliché é um cliché por alguma razão, certo? Seja, por duvidarmos de nós mesmos, focarmo-nos naquilo que os outros fazem, adiarmos um objetivo, fazer as coisas por fazer, não planejar, viver no “quase, ou tantas outras coisas em que podemos sabotar-nos a nós mesmos, tudo irá esbarrar no fato de estarmos a tomar o caminho mais árduo e longo acerca dos assuntos e assim cairmos nas malhas da infelicidade. Perdemos o foco nas nossas necessidade básicas e realizações pessoais e enveredamos por um caminho miserável.

ACEITE ALGUNS DOS SEUS CONTRATEMPOS

Um outro problema que se apresenta como um obstáculo à felicidade é que não estamos sintonizados com a condição humana. Nós perdemos tempo com preocupações acerca de coisas normais do dia-a-dia que fazem parte da vida. A não aceitação de algumas coisas que fazem parte da vida de todos nós, como a perda de algo, erros, fracassos e também as exigências sociais  e pessoais, como expectativas elevadas, perfeccionismo desmedido, comparação social, levam-nos a pensar nessas coisas vezes sem conta. Acreditamos que temos de analisar uma e outra vez, até que nos torne a vida num inferno.
Dica: Uma forma de ultrapassar este tipo de problemas é perceber que nem tudo tem de ser uma situação ideal ou da forma como nós queremos.
Este é um passo importante para se sentir muito mais contente com a vida. Se conseguirmos aprender a aceitar determinados fatos acerca de nós próprios e da vida, tal como aceitamos o fato do céu ser azul e a erva verde, o panorama será muito melhor. Não estou a querer dizer com isto, que deveremos submeter-nos à vida ou às nossas condições de vida, nada disso.  Mas, que existem coisas das quais não controlamos e que inevitavelmente acabarão por acontecer, nem sempre como queremos ou gostaríamos que acontecesse. No entanto, mesmo perante uma catástrofe, podemos decidir o que fazer depois das coisas terem acalmado. Ainda que com legitimidade, poderíamos eternamente lamentarmo-nos, mas nada ajudaria a melhorar a situação!
A minha intenção é transmitir que mesmo numa situação complicada e difícil é possível reestabelecer ou minimizar a situação e voltar ao caminho da felicidade e bem-estar. Independentemente da sensação de incapacidade que possa estar a passar ou a sentir, se conseguir colocar algumas coisas em perspetiva, verá que provavelmente também poderá recuperar aos poucos alguma alegria e permitir-se ser/voltar a ser feliz.
Alguns dos obstáculos que enfrentamos/criamos e/ou que se colocam na nossa vida serão mais fáceis de ultrapassar se os aceitarmos.  Aceite-se também a si mesmo, perceba que pode conseguir reestruturar-se, procurar ajuda, redefinir crenças e trabalhar na sua confiança e força interior. Todos nós, na grande maioria das vezes possuímos forças que desconhecemos. Tente perceber quais são as suas, procure ajudar-se a si mesmo. Tente não colocar-se numa posição de vitima eterna, de profeta das desgraças e dos infortúnios. Aceite, aceite-se, reaja, recomponha-se, aja, acredite, avance, a alegria está a caminho.

VAMOS ENTÃO POR-NOS A CAMINHO DA FELICIDADE?

Sim, existem muitas pessoas que são felizes, é possível ser-se feliz. Mesmo para quem está a passar por dificuldades na vida, por muito que seja difícil acreditar, é possível melhorar o seu estado, é possível recuperar o seu estado de desesperança e tristeza. Muitas são as pessoas que partilham desse estado de felicidade e também todas elas apresentam algumas característica em comum. Não acredito que seja coincidência. Existem alguns tópicos que se expressam nas suas atitudes.
§  Não são excessivamente auto-conscienciosas
§  Não são excessivamente auto- conhecedores
§  Não são excessivamente preocupados
§  Não estão sempre à procura de respostas
§  Não se levam demasiado a sério
§  Vivem no presente
§  Conhecem e aceitam o seu lugar no mundo
§  Aceitam o fato de nem sempre estar no controlo das coisas
O  mais certo, é que também você pratique algumas destas coisas, ou tenha verificado isso em algumas pessoas, mas não juntou 2+2. Talvez ache esses comportamentos como demasiado simples, ou até mesmo pense que essas pessoas sejam demasiado simples. Mas, observe os pais a brincarem com os seus filhos, como lhe parecem? Observe as pessoas que gostam daquilo que fazem e que não correm atrás de uma promoção ou de mais dinheiro? Estas pessoas estão focadas no presente.

Claro que estas pessoas também pensam no futuro e certamente também o planejam, ou também tiveram um passado, e pensam nele, mas elas não vivem necessariamente por uma coisa que ainda não aconteceu, nem ficam paralisadas por algo que não conseguiram ou que correu mal. Não sacrificam a sua vida por algo que pode ou não vir a acontecer no futuro (refiro-me a algo que esteja a provocar mau-estar, ansiedade e medo), nem condicionam o seu presente por “fantasmas” do passado. Para aprofundar este assunto, pondere ler: Como quebrar o terrível hábito da preocupação?

ABANDONE O EXCESSO DE PENSAMENTO ANALÍTICO

Pensar, este ato deu-nos vantagem sobre todas as outras espécies, é um processo indispensável à gestão da nossa vida e consequentemente da felicidade. Num cenário de desvantagem e problemático, pensar é algo que aprendemos no sentido de encontrar soluções e evitar danos ou desapontamento. Nestas circunstâncias o pensamento é algo valioso e adaptativo. No entanto, o que acontece é que alguns de nós aplicamos isso a qualquer situação, pensamos, repensamos, avaliamos, projetamos todo o tipo de cenários, ao ponto de inibir qualqueralegria e satisfação. Ficamos tão preocupados que as coisas corram mal ou se tornem piores de tal forma que fechamo-nos no nosso pensamento. Como resultado, ficamos numa situação de incapacidade para fazer o quer que seja, ficamos congelados pelo medo que alguma coisa má possa acontecer. Pondere ler o nosso artigo: Medo, livre-se dessa sensação incapacitante.
Se você usa este tipo de pensamento, proponho-lhe que faça um esforço para de forma intencional enfatizar cenários positivos quando está a “analisar”. Provavelmente, nem sequer pensa nos melhores cenários possíveis que possam acontecer, ou pensa? Nem sempre tudo acontece como pensamos que venha a acontecer, se você se enquadra no tipo de pessoa que usa o pensamento catastrófico na grande maioria das vezes,  nem tudo está perdido. você pode simplesmente reverter esse tipo de pensamento com treino, dedicação e muita repetição de pensamentos orientados para a solução, pensamentos positivos. Pense positivo, insista no pensamento positivo.
Atenção: Relembre-se, intelectualização excessiva não quer dizer necessariamente que esteja a descobrir/perceber/resolver alguma coisa. Da próxima vez que perceber que está a accionar o pensamento catastrófico, accione também o pensamento positivo e tente encontrar alguns cenários favoráveis.
Evite ficar refém do seu próprio pensamento, crie o hábito de pensar  em soluções e agir, crie o hábito de pensar em soluções que possam contribuir para a melhoria do seu estado de humor. Deixe de dizer: Desculpe, eu não sei, eu não consigo.

DESESPERANÇA = INFELICIDADE

Acredito que uma das maiores causas para que as pessoas se sintam infelizes é quando elas se sentem impotentes para fazerem as coisas acontecerem como desejam. Por outras palavras, quando se torna óbvio para essas pessoas que não estão no controlo da sua vida. Mais uma vez talvez lhe pareça uma explicação muito simples, mas não é. Aborda a questão da perda de controlo, quando temos um grau de percepção de controlo reduzido sobre as nossas acções e/ou acontecimentos de vida, sentimo-nos impotentes, incapazes de levar a vida para a frente.
Por exemplo, digamos que a sua vida está  _______ e você está infeliz por causa disso. Não é por estar _______ que você está infeliz. Você está infeliz porque a sua vida está _______ e você pensa que não consegue fazer nada para alterar a situação. Se conseguisse fazer algo acerca do assunto, a sua infelicidade seria apenas um desconforto momentâneo.  Se você conseguir reconhecer que a razão pela qual está infeliz é porque pensa que é impotente e incapaz, será apenas uma questão de tempo até a sua confiança crescer. Pondere ler: 3 passos e 10 formas para construir a sua auto-confiança.

QUANDO SE SENTIR EM BAIXO E DESESPERANÇADO, TENTE FAZER O SEGUINTE:

§  Mantenha a calma e avalie bem a situação (com cenários positivos e construtivos)
§  Tente perceber porque razão se sente impotente
§  Pense sobre o que pode fazer para mudar e melhorar a situação
§  Formule um plano
§  Coloque o plano em acção

Ainda que no início algumas das coisas a que se propõe possam não dar certo, não desespere. Agora, já sabe algumas coisas que pode fazer (fazer um esforço para mudar as coisas), persista, certamente irá encontrar uma forma de melhorar a situação. Não lhe quero transmitir a ideia que é fácil, mas pode eventualmente não ser tão difícil como pensa.
Opinião: Se conseguir ultrapassar os seus sentimentos de impotência, você será capaz de vencer a sua infelicidade.
Todos nós nos sentimos mal acerca de alguma coisa em determinada altura da nossa vida. Este sentimento é humano. A diferença é que algumas pessoas sabem que não é permanente. Estas são as pessoas que aumentam a probabilidade de serem felizes. Aceite que por vezes as coisas na sua vida complicam-se e tornam-se um fardo, mas também por vezes as coisas correm de feição e tornam-se maravilhosas. Agora que sabe quais os sentimentos que estão na raiz da infelicidade, não há nada que o possa impedir de seguir em frente. Seja feliz.
Não esqueça: Você só não tem esperança para mudar a sua situação a não ser que se permite a isso.

Resultado da pesquisa
Origem do sobrenome Pasquini, país de origem: Italia
Nobreza
Conti
http://www.heraldrysinstitute.com/images/stemma.php?id=6647Famiglia assai antica e nobile.Delle sue origini non ci sono pervenute notizie certe,nonostante sia comune opinione, tra gli studiosi, che Pasquini sia una cognominizzazione del sostantivo medievale "pasquinus". La famiglia, da oltre quattro secoli, ha goduto di nobiltà nelle Marche e segnatamente in Jesi, in Senigallia e in S. Angelo in Vado, (Família nobrem, de origem muito antiga da qual não se tem muitas . A opinião comum entre os estudiosos, que Pasquini é uma denominação comum  medieval do substantivo "pasquinus". A família, por mais de quatro séculos, tem desfrutado de nobreza e, particularmente, em Jesi no Marche, Senigallia e S. Angelo in Vado.
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
Origem do sobrenome Pasquini, país de origem: Spain
Nobreza
http://www.heraldrysinstitute.com/images/stemma.php?id=0Muchos linajes de esta denominación probaron su nobleza en las Ordenes de Santiago, Calatrava, Alcántara, Montesa, (corporaciones nacidas para luchar contra los moros, cooperando a la Reconquista, y asegurar el orden, protegiendo a los peregrinos y desvalidos), Carlos III y San Juan de Jerusalén (Muitas famílias deste nome provaram a sua nobreza nas Ordens de Santiago, Calatrava, Alcântara, Montesa, (empresas nascidas para combater os mouros, a Reconquista cooperar e garantir a ordem, proteger os peregrinos e impotente), Carlos III e São João de Jerusalém )
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
Origem do sobrenome Pasquini, país de origem: France

Quem foi Mecenas?

http://fundacaoernestoroma.org/wp-content/uploads/2011/05/Menu-Mecenas_Caio-Mecenas-222x300.jpgMecenas (Caius Maecenas) foi um cidadão romano da época imperial. Grande político, estadista e patrono das letras, Mecenas foi um conselheiro hábil e da confiança de César Octaviano (Augustus). Mais tarde, aposentou-se e devotou todos os seus esforços ao seu círculo literário famoso, que incluiu Horácio, Virgílio e Propertius, patrocinando-os com amizade, bens materiais e protecção política.
Actualmente, o seu nome é símbolo do patronato rico e generoso. Hoje em dia, um mecenas é uma pessoa que patrocina as artes, a ciência ou o ensino, muitas vezes com benefícios fiscais.
Mecenas
Quem foram, mecenato, principais mecenas do Renascimento Cultural, patrocinadores das artes


Quem foram  
Os mecenas eram ricos e poderosos comerciantes, príncipes, condes, bispos e banqueiros que financiavam e investiam na produção de arte como maneira de obter reconhecimento e prestígio na sociedade.

Eles foram de extrema importância para o desenvolvimento das artes plásticas (escultura e pintura), literatura e arquitetura durante o período do Renascimento Cultural (séculos XV e XVI).

A burguesia, classe social que enriqueceu muito com o renascimento comercial, viu na prática do mecenato uma forma rápida de alcançar o status de nobreza. Isso era obtido também com a compra dos títulos de nobreza.
O ato de patrocinar e investir em arte e a cultura é conhecido como mecenato.
Principais mecenas da época do Renascimento Cultural:
- Lourenço de Medici (banqueiro italiano)
- Come de Medici (banqueiro e político italiano)
- Galeazzo Maria Sforza (duque de Milão)
- Francisco I (rei da França) 
Curiosidade:
- A palavra "mecenas" tem sua origem na Roma Antiga. No século I a.C, Caio Mecenas foi um conselheiro do imperador romano Otávio Augusto. Caio Mecenas patrocinou a produção de vários artistas e poetas nesta época. 

 

 

Significado do nome Mecenas


Significado do nome Mecenas. 
Mecenas tem 7 carácteres. 
Origem do nome Mecenas = Latim. 
Significado Mecenas : foi valido de augusto.
Perfil das pessoas com a primeira letra do nome = M. 
Muito ligado a família e emotivo.
Costuma exagerar nos cuidados e corre o risco de sufocar as pessoas que ama.
Tem muita energia e por isso deve sempre manter-se ocupado com alguma coisa.
Nos relacionamentos amorosos ou mesmo de amizade, quando se magoa, procura se recolher para dentro de si mesmo e só sai quando recebe um pedido de perdão.
Um bom conselho seria aprender a controlar seu temperamento e deixar as pessoas que ama levarem suas vidas.
Numerologia – primeiro nome = Mecenas – 6
A vibração do número 6 Indica a seguinte personalidade:
CONSCIENTE, o 6 deseja difundir a harmonia, a verdade, a justiça e o sentido do equilíbrio em seu meio ambiente.
Em sua mente predomina o amor e a compaixão.
Por conseguinte, pode ser um excelente maestro, conselheiro ou senador.
Os demais se sentem atraídos pelo entendimento que emana dele.
O 6 é uma vibração doméstica e artística e, sob este número, os íons têm de ajustar-se às necessidades dos demais.
O 6 deseja um colega íntimo, o casal e um lar, uma família na qual reine a beleza e a harmonia.
Disto se segue logicamente uma necessidade de harmonia no grupo e de serviço à comunidade.
O 6 se assenta, fundindo-se com o elemento conservador da comunidade, no que pode criar melhores níveis de vida.
Dotado para as artes, expressa também a vezes seu potencial criativo através de seu desenvolvido sentido de equilíbrio e se converte num excelente artista em seu campo particular.

Sinônimos, Antônimos, Parônimos e homônimos 


Significação das palavras
SINÔNIMOS
São palavras que apresentam, entre si, o mesmo significado.
triste = melancólico.
resgatar = recuperar
maciço = compacto
ratificar = confirmar
digno = decente, honesto
reminiscências = lembranças
insipiente = ignorante.
ANTÔNIMOS
São palavras que apresentam, entre si, sentidos opostos, contrários. bom x mau bem x mal condenar x absolver simplificar x complicar

HOMÔNIMOS
São palavras iguais na forma e diferentes na significação. Há três tipos de homônimos: HOMÔNIMOS PERFEITOS
Têm a mesma grafia e o mesmo som.
cedo (advérbio) e cedo (verbo ceder);
meio (numeral), meio (adjetivo) e meio (substantivo).
HOMÔNIMOS HOMÓFONOS
Têm o mesmo som e grafias diferentes.
sessão (reunião), seção (repartição) e cessão (ato de ceder);
concerto (harmonia) e conserto (remendo).
HOMÔNIMOS HOMÓGRAFOS
Têm a mesma grafia e sons diferentes. almoço (refeição) e almoço (verbo almoçar); sede (vontade de beber) e sede(residência).
PARÔNIMOS
São palavras de significação diferente, mas de forma parecida, semelhante. retificar e ratificar; emergir e imergir.

Eis uma lista com alguns homônimos e parônimos:
acender = atear fogo
ascender = subir
acerca de = a respeito de, sobre
cerca de = aproximadamente
há cerca de = faz aproximadamente, existe
aproximadamente, acontece aproximadamente
afim = semelhante, com afinidade
a fim de = com a finalidade de
amoral = indiferente à moral
imoral = contra a moral, libertino, devasso
apreçar = marcar o preço
apressar = acelerar
arrear = pôr arreios
arriar = abaixar
bucho = estômago de ruminantes
buxo = arbusto ornamental
caçar = abater a caça
cassar = anular
cela = aposento
sela = arreio
censo = recenseamento
senso = juízo
cessão = ato de doar
seção ou secção = corte, divisão
sessão = reunião
chá = bebida
xá = título de soberano no Oriente
chalé = casa campestre
xale = cobertura para os ombros
cheque = ordem de pagamento
xeque = lance do jogo de xadrez, contratempo
comprimento = extensão
cumprimento = saudação
concertar = harmonizar, combinar
consertar = remendar, reparar
conjetura = suposição, hipótese
conjuntura = situação, circunstância
coser = costurar
cozer = cozinhar
deferir = conceder
diferir = adiar
descrição = representação
discrição = ato de ser discreto
descriminar = inocentar
discriminar = diferençar, distinguir
despensa = compartimento
dispensa = desobrigação
despercebido = sem atenção, desatento
desapercebido = desprevenido
discente = relativo a alunos
docente = relativo a professores
emergir = vir à tona
imergir = mergulhar
emigrante = o que sai
imigrante = o que entra
eminente = nobre, alto, excelente
iminente = prestes a acontecer
esperto = ativo, inteligente, vivo
experto = perito, entendido
espiar = olhar sorrateiramente
expiar = sofrer pena ou castigo
estada = permanência de pessoa
estadia = permanência de veículo
flagrante = evidente
fragrante = aromático
fúsil = que se pode fundir
fuzil = carabina
fusível = resistência de fusibilidade calibrada
incerto = duvidoso
inserto = inserido, incluso
incipiente = iniciante
insipiente = ignorante
indefesso = incansável
indefeso = sem defesa
infligir = aplicar pena ou castigo
infringir = transgredir, violar, desrespeitar
intemerato = puro, íntegro, incorrupto
intimorato = destemido, valente, corajoso
intercessão = súplica, rogo
interse(c)ção = ponto de encontro de duas linhas
laço = laçada
lasso = cansado, frouxo
ratificar = confirmar
retificar = corrigir
soar = produzir som
suar = transpirar
sortir = abastecer
surtir = originar
sustar = suspender
suster = sustentar
tacha = brocha, pequeno prego
taxa = tributo
tachar = censurar, notar defeito em
taxar = estabelecer o preço
vultoso = volumoso
vultuoso = atacado de vultuosidade (congestão na face)

EXERCÍCIOS
1)  Assinale a alternativa cujas palavras substituem adequadamente as palavras e expressões destacadas
abaixo:
Passou-me sem atenção que a sua intenção era estabelecer uma diferença entre os ignorantes e os valentes, corajosos.
a)   desapercebido - descriminar - incipientes - intemeratos.
b)  despercebido - discriminar - insipientes - intimoratos.
c)   despercebido - discriminar - insipientes - intemeratos.
D) desapercebido - descriminar - insipientes - intemeratos.
e) despercebido - discriminar - incipientes - intimoratos.
2) O apaixonado rapaz ficou extático diante da beleza da noiva.
A palavra destacada é sinônima de:
a)   imóvel
b)  admirado
c)   firme
d)  sem respirar
e)   indiferente
3) Indique a alternativa errada:
a)  As pessoas mal-educadas, sempre se dão mal com os outros.
b)  Os meus ensinamentos foram mal interpretados.
c)  Vivi maus momentos, naquela época.
d)  Temos que esclarecer os mau-entendidos.
e)  Os homens maus sempre prejudicam os bons.
4) os sinônimos de exilado, assustado, sustentar e expulsão são, respectivamente:
a)   degredado, espavorido, suster e proscrição.
b)  degradado, esbaforido, sustar e prescrição.
c)   degredado, espavorido, sustar e proscrição.
d)  degradado, esbaforido, sustar e proscrição.
e)   degradado, espavorido, suster e prescrição.
5) Trate de arrumar o aparelho que você quebrou e costurar a roupa que você rasgou, do contrário
não saíra de casa nesse final de semana.
As palavras destacadas podem ser substituídas por:
a)   concertar, coser e se não.
b)  consertar, coser e senão.
c)   consertar, cozer e senão.
d)  concertar, cozer e senão.
e)   consertar, coser e se não.
6) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas da frase abaixo:
Da mesma forma que os italianos e japoneses _________para o Brasil no século passado, hoje os
brasileiros_________para a Europa e para o Japão, à busca de uma vida melhor; internamente, os
nordestinos
para o Sul, pelo mesmo motivo.
a)   imigraram - emigram - migram
b)  migraram - imigram - emigram
c)   emigraram - migram - imigram.
d)  emigraram - imigram - migram.
e)   imigraram - migram - emigram.
7)  Há erro de grafia em:
a)   Eucláudia trabalha na seção de roupas.
b)  Hoje haverá uma sessão extraordinária na Câmara de Vereadores.
c)   O prefeito da cidade resolveu fazer a cessão de seus rendimentos à creche municipal.
d)  Voto 48a sessão, da 191a zona eleitoral.
e)   Ontem, fui ao cinema na sessão das dez.
8)  Assinale a letra que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas.
A ___________da greve era ________, mas o líder dos trabalhadores iria ______________
mais uma vez.
a)   deflagração - eminente - reivindicar.
b)  defragração - iminente - reinvidicar.
c)   deflagração - iminente - reivindicar.
d)  defragração - eminente - reinvindicar.
e)   defragração - eminente - reivindicar
9) erro Assinale a letra que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas.
Apesar de
pois não conseguiu

de
em mecânica de automóveis, ele foi
diagnosticar o problema no motor do carro do diretor.
a)   esperto - tachado - incipiente.
b)  experto - tachado - insipiente.
c)   experto - taxado - insipiente.
d)  esperto - taxado - incipiente.
e)   esperto - taxado - incipiente.
10) Assinale a letra que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas.
O ladrão foi pego em _________, quando tentava levar _______quantia, devido a uma__
caminhões bem em frente ao banco.
a)   flagrante - vultosa - coalizão.
b)  fragrante - vultuosa - colisão.
c)   flagrante - vultosa - colisão.
d)  fragrante - vultuosa - coalizão.
e)   flagrante - vultuosa - coalizão.
11) erro Assinale a letra que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas.
O rapaz que se sentiu
até Brasília para tentar
pela diretora do colégio fez uma
uma pena a ela.
a)   descriminado - viajem - inflingir.
b)  discriminado - viagem - infligir.
c)   discriminado - viajem - infringir.
d)  descriminado - viagem - infligir.
e)   discrimando - viagem - infringir.
12) erro Assinale a letra que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas. __, a verdade _______, e, apesar de todos os protestos dos deputados, o
governador.
os direitos do secretário.
a)   De repente - emergiu - iminente - cassou.
b)   Derrepente - imergiu - iminente - caçou.
c)   De repente - emergiu - eminente - cassou.
d)   De repente - imergiu - eminente - caçou.
e)   Derrepente - emergiu - iminente - cassou.
Respostas

1)   B     2)   B     3) D      4) A      5) B      6) A      7) D     8) C      9) D      10) C    11) B   12) C

Nenhum comentário:

Postar um comentário